Viajando com bebês – arrumando a mala do bebê

O que pensar na hora de arrumar a mala do bebê? Como planejar? Veja o que levar na viagem com o bebê: Alimentação, Higiene e o que não pode faltar na mala do bebê.

maladobebê

Você é daquelas mães que quando fala em viajar pensa em comprar um trailer para levar a casa toda? Calma! A vida pode ser mais simples.

É preciso fazer um planejamento, anotar tudo no papel, começar a arrumar as malas uns dias antes, e no dia anterior conferir se tudo o que você tem na lista já coube dentro da mala.

Como você viu no 2º Episódio, sobre a viagem de carro ou avião, existe um limite de malas que você pode levar. Por mais essencial que seja tudo o que você quer levar não vai caber. Mesmo que você tivesse um caminhão, não vale a pena levar tanta coisa.

Se você ainda não se inscreveu, escreva seu nome, e-mail e clique em “Enviar” para receber toda a série Viajando com Bebês por e-mail:

Não vou fazer aqui uma lista, com X Bodys, Y Camisetas e Z Calças que você tem que levar, como você já viu em milhares de blogs. Isso é variável, a quantidade é a que você usa normalmente em casa, por dia, com algumas extras para situações de emergência. Não precisa os 20 pares de sapatos que sua princesa ganhou de aniversário, 2 pares geralmente são o suficiente. Crianças preferem andar descalças mesmo (brincadeira :) ). Mas se você procurar por aí existem listas que recomendam que você leve o guarda-roupa, o mobiliário e todo aparato tecnológico que você comprou para o bebê. Não precisa de exageros!

O que vou colocar aqui é apenas alguns pontos para reflexão e para ajudar no raciocínio na hora de montar a mala do bebê:

1) Duração da viagem.

Se a viagem é curta, você não vai querer ficar perdendo tempo no supermercado. Leve toda a comida e fraldas que o bebê vai precisar nesses dias. Se a viagem é longa, mas você sabe que existe supermercado perto, leve tudo para os três primeiros dias e se programe para ir às compras nesses dias.

2) Tenha em mente o destino e onde você vai ficar:

Se você vai visitar parentes ou ficar na casa de amigos. Você tem a liberdade e facilidade de poder lavar as roupas do bebê e passar se for ficar muitos dias. Não será necessário levar o guarda-roupa inteiro.

A mesma coisa serve para o berço e banheira, por exemplo. Em hotéis normalmente eles oferecem o berço sem custo adicional. Na casa de parentes pode ter algum sobrinho ou amigo que não usa mais o chiqueirinho e pode emprestar pelos dias que você estará ali, o mesmo com a banheira. Telefone com antecedência e tente arrumar tudo isso.

3) Alimentação é essencial:

Se você seguiu a recomendação do 1º Episódio, quando e como começar, e seu bebê ainda mama no peito, PARABÉNS! Sua vida será muito mais fácil.

Se ele não mama mais no peito. Calcule quantas latas do leite irá precisar. Se são muitos dias, você irá no supermercado e pode comprar lá. Fique atenta se seu filho toma leites especiais, como de alergia, que são mais difíceis de encontrar, e leve todas as latas necessárias e pelo menos 1 extra.

Se ele usa mamadeiras, o esterilizador pode até ser dispensável se não couber na mala, pois você esterilizar com água fervendo, mas jamais se esqueça na escova para lavar bem a mamadeira e não deixar se acumule resíduos no fundo.

Agua mineral – para ele tomar e para fazer a mamadeira, somente o necessários até que você possa comprar mais. Água vende em qualquer esquina.

Papinha que ele está acostumado. Ainda que ele já coma a comida da família é bom ter uma carta na manga, para os momentos de aperto.

Acessórios de alimentação: colher, pratinho, babadores (de plástico são mais fáceis de limpar), copo de suco ou água.

4) Higiene: 

A banheira portátil é o 2º item mais útil que eu comprei até hoje. Não dá para dar banho em bebê no “chuveirinho”, por mais que o pai ache que sim. Existem muitas opções hoje em dia, inclusive as infláveis que ocupam pouco espaço.

Lençóis, Mantinha ou Cobertor e Toalhas de Banho de costume. É melhor levar as suas, que você sabe como foi lavado, e sabe que não irrita o bebê.

Para a troca da fralda: Trocador portátil. Pomada protetora. É bom levar uma pomada para tratamento de assadura também, caso aconteça. Fraldas descartáveis: média de 6 por dia. Algodão (MUITO). Lenços umedecidos para as urgências, não use de rotina. Você viu aqui em “Como trocar a Fralda“. Sacos plástico para jogar a fralda suja fora, amarre bem para não espalhar tanto o cheiro.

5) Necessaire:

Sabonete de costume do banho. Pode comprar um mais pequeno para viagem, mas não troque a marca, ou teste dias antes da viagem. Shampoo, se você já usa.

Hidratante se ele já usa. Para maiores de 6 meses, protetor solar específico para a idade, independente de ir a praia ou não. Repelente se for necessário na sua região, ajuda a evitar doenças, mas peça uma recomendação do pediatra, pois nem todos podem ser usados por bebês.

Escova e pasta de dente, se já usa. Se ainda não tem dentinho, não esqueça que ainda assim precisa fazer a higiene da boca.

Pente (para os meninos, se esquecer não faz falta). Mas o Cortador de unha NUNCA ESQUEÇA, pois as unhas crescem muito rápido e ele ficará se arranhando toda hora.

5) Meios de locomoção:

O carrinho, tipo guarda-chuva, mais portátil, é o 1º item mais útil que comprei até hoje. Não dá pra viajar sem. Se você tem canguru ou sling, leve também pois ajuda muitíssimo.

6) Roupas de acordo com o ambiente: Se vai para praia ou piscina, não esqueça da roupa de banho, chapéu, protetor solar.

7) Malinha de Brinquedos favoritos: Poucos e Pequenos para não ocuparem muito espaço. Uma bola distrai os meninos por um tempão.

8) O que que não pode faltar?

Pode ser um exagero mas um termômetro e o remedinho pra febre que seu pediatra prescreveu, devem estar presentes. Vai que…

Soro fisiológico também é muito útil em várias situações.

O objeto que ajuda o bebê a dormir, seu cobertor, ou paninho, ou bichinho. Chupetas, se ele usa.

Os documentos do bebê e a carteirinha do plano de saúde.

E o item mais importante de todos: a máquina fotográfica, afinal você quer deixar tudo registrado.

Com certeza eu esqueci alguma coisa na lista. Sempre esqueço quando viajo! E para você? O que não pode faltar na mala do bebê? Deixe seu comentário.

Já Curtiu Seu Pediatra? Compartilhe com uma Amiga:

Boa Viagem,

Fernanda

Comments are closed.

Não perca as novidades!