Outubro rosa – prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama

Conheça os fatores de risco para câncer de mama, o que só você pode fazer para prevenir e em que o médico pode te ajudar.

outubro-rosa1Hoje nos vestimos de rosa. Porque Seu Pediatra não se preocupa só com a saúde do seu filho, a saúde da mãe também é motivo de nossa atenção. Afinal precisamos que você esteja forte para cuidar dos nossos pequenos.

Então o post de hoje é para chamar a atenção das mães para a campanha outubro rosa. A campanha visa divulgar a prevenção, para que a mulher conheça quais são os fatores de risco para o câncer de mama e quais são os sinais e sintomas e como fazer o diagnóstico precoce do câncer de mama. O diagnóstico precoce é muito importante porque as chances de cura são de 95% se a doença for diagnosticada no início.

Quais são os Fatores de Risco?
– Idade
– Consumo excessivo de álcool
– Casos de câncer de mama em parentes de 1º grau
– Obesidade pós-menopausa
– Sedentarismo
– Menarca precoce (idade da primeira menstruação)
– Menopausa tardia
– Nulipariadade (não ter filhos)
– Não-amamentação

O que só você pode fazer por você mesma?

Alguns fatores de risco nós não podemos mudar. Quem não gostaria de voltar alguns anos no temo e ser mais jovem? Mas não tem jeito. A idade, o fator genético, e outros fatores nós poderemos alterar. Mas existem fatores de risco que nós podemos evitar, ou mudá-los. E aí, entra a sua parte: faça exercícios físicos regularmente, cuide do peso para evitar a obesidade, não consuma álcool em excesso. São recomendações fáceis de serem seguidas, não é? Além disso, se tiver outro filho, amamente. Faz bem para ele e também para você.

Outras coisas que dependem de você: Vá ao ginecologista pelo menos uma vez ao ano, independente da idade, toda mulher deve ir ao ginecologista para realizar os exames de rotina.

O auto-exame da mama deve ser feito mensalmente, após o período menstrual.

Quais são os sintomas do câncer de mama?

O Câncer de mama não causa sintomas no início e por isso os exames devem ser realizados periodicamente. À medida que cresce pode notar nódulo na mama ou na axila, alterações na pele, como vermelhidão ou enrugamento na mama, saída de líquido pelo mamilo. Qualquer alteração deve ser avaliada pelo médico para fazer o diagnóstico correto, pois outras doenças podem causar os mesmos sintomas.

A partir de que idade você deve realizar a mamografia?

A mamografia é recomendada a partir dos 40 anos anualmente. E aquelas que tiverem casos de câncer de mama na família devem iniciar os exames aos 35 anos.

Qual é o papel do médico?

Além de orientar sobre os fatores de risco e realizar o exame físico, ele irá solicitar a mamografia ou outros exames quando forem necessários.

Além disso, ele cuidará do caso ou encaminhará ao especialista caso sejam necessário outros exames. Não são todos os nódulos na mama que são malignos, existem nódulos que são benignos também. O médico deve ter a sensibilidade de orientar a paciente e tranquilizá-la até que seja feito o diagnóstico. E uma fez feito o diagnóstico do câncer de mama, o médico deve apoiá-la e confortá-la para seguir o tratamento.

Quem se ama, se cuida. Cuide-se, porque muitos também te amam.

Aproveite e compartilhe com suas amigas, para que quem você ama, também se cuide. Curta nossa FanPage no Facebook e envie seu comentário.

Dra. Fernanda Freire

Não perca as novidades!