Meu filho ainda não Anda, ele está atrasado?

Seu bebê ainda não anda? Qual a idade certa para o bebê aprender a andar? Quando é considerado que ele está atrasado? Como ajudar e incentivar o bebê a andar?

bebeaindanaoanda
Fonte: GettyImages

 

Mãe que é mãe vive preocupada mesmo. E seguindo no embalo do desenvolvimento do bebê, já falamos aqui do  “Meu filho ainda não engatinha”, hoje chegou a próximo passo do bebê: “Meu filho ainda não anda”.

O bebê mal nasceu e já estamos planejando a festa de 1 aninho, com brincadeiras, pula-pula, piscina de bolinha e tudo o que tem direito. E algumas mães tem uma expectativa grande de que a criança aproveite tudo isso e corra por todos os lados. Muita calma nessa hora!

Alguns bebês começam a andar com 10 meses, algumas apresadinhas até com 9 meses. Mas isso não é frequente. Não se preocupe se seu filho chegou na festa de 1 aninho sem andar.

Na verdade até ficamos meio apreensivas e mesmo eu ficava: “Será que ele não vai andar?” Com um ano o Marcos nem se interessa por aprender a andar, só queria engatinhar. E para ele estava de bom tamanho. Achei que demoraria uma eternidade, e com 1 ano e 1 mês de um dia para outro começou a andar.

Ficamos preocupadas, mas qual a idade certa para andar? 

Não existe uma idade certa, mas é normal a criança começar a andar entre 10 e 18 meses de vida. Ou seja, é um intervalo muito grande. As comparações com os filhos das amigas, ou com as outras crianças do parquinho só atrapalham.

Se seu filho ainda não anda, o importante é que o pediatra esteja avaliando ele frequentemente para ver se todo o desenvolvimento está adequado. Escolha um médico de sua confiança. Se ele falar que está tudo certo, dê tempo ao tempo e vá só incentivando ele.

Como ajudar ou estimular o bebê a andar? 

Não precisa força-lo, mas dê espaço e permita que ele se locomova da maneira que ele sabe. Pouco a pouco ele vai “pegando o gosto” por levantar-se, ficar de pé, depois dar as mãos para você para dar os primeiros passos apoiado.

É legal deixar que ele segure nos móveis, como no sofá, para ir andando apoiado. Mas cuidado com o tipo de móvel, para que ele não se machuque se escorregar. Coloque os brinquedos do outro lado, para ter um estimulo para ele ir atrás.

Faça a brincadeira com o pai também, você fica de um lado e o pai fica segurando o bebê para ir ao seu encontro.

Dê as suas mãos para ele se apoiar e andar. O melhor é que você se abaixe para ficar com mãos na altura do corpo do bebê e ele não ter que estender o braço. É para ele se apoiar e não se pendurar.

Leve-o para passear no parque ou na praça, e desça do carrinho para andar com sua ajuda. Ver animais, “correr” atrás dos passarinhos, são ótimos estímulos para eles.

Quando ele arriscar os primeiros passos, se ele tropeçar, ajude-o naturalmente sem fazer cara de desespero para não assustá-lo.

O melhor para aprender a andar é descalço. Eu nunca gostei das meias antiderrapantes, não dão segurança. Se  estiver frio prefira colocar um tênis macio e confortável.

Uma brincadeira que me ajudou muito também era colocar uma cadeira com os brinquedos que gostava ao lado do sofá, ele saía do sofá e ir pegar os brinquedo, cada dia que passava eu ia afastando um pouquinho a cadeira para ele dar um passinho a mais. Até que de repente já estava andando todo o corredor.

Vale lembrar que o andador é totalmente contra-indicado e inclusive proibido em muitos países. Não ajuda a criança a engatinhar, a coloca na posição errada, atrasa o aprendizado do movimento e é causa dos principais acidentes dentro de casa.

E seu filho, já anda? Andou com que idade? Se ainda não anda, como ele está aprendendo? Deixe suas dicas para ajudar outras mães também.

Fique tranquila e apenas incentive, ele andará na hora certa.

Já Curtiu Seu Pediatra? Compartilhe com uma Amiga:

Dra. Fernanda Freire

Beijos,

Dra. Fernanda Freire

*Publicado originalmente em Maio/15, com revisões posteriores.

Não perca as novidades!