O sono do bebê – Encare a Realidade

Uma série de posts que te ajudará a entender melhor o Sono do Bebê. Como melhorar o sono do bebê? Qual é a verdade sobre o sono do bebê? Episódio Piloto.

sonodobebe1Olá meninas, como prometi, estou começando a criar mais uma série: O sono do bebê. Para você que não acompanhou a primeira série “Viajando com bebês” clique aqui.

A ideia é a mesma, cada semana um novo post sobre “O sono do Bebê”. Assunto que dá para um livro, ou dois, três…. Vamos ver quantos episódios saem no final. Ainda dá tempo de você deixar suas sugestões ou dúvida sobre o assunto.

Se você quer receber a 1ª Temporada da Série Completa – “O sono do Bebê” por e-mail para poder imprimir e ler enquanto TENTA fazer o bebê dormir. Escreva seu nome, e-mail e clique em “Enviar” aqui:

O e-mail será enviado após a publicação de todos os posts “O sono do Bebê”. (PS: E assim que eu tiver tempo de editar, estou quase acabando o “Viajando com Bebês”. Você como mãe me entende que o tempo é curto. Desculpe).

Começando com o episódio piloto:

Encare a Realidade

Todo mundo te falava quando você estava grávida: “Aproveita para dormir agora, que depois…”. E você já sabia, mas não imaginava que demoraria tantos meses para o seu bebê dormir bem. Seu sonho é um bebê assim, dormindo como um anjo, igual ao da foto? Pois está na hora de acordar.

Vamos primeiro aos fatos:

1) A maioria dos pais que acham que seu bebê dorme mal, estão enganados. Na verdade são os pais que dormem mal. O bebê, em geral, está muito contente com o jeito que ele dorme. Mamando, com a mãe ninando, cantando, agarradinho na mãe ou no pai. Ele passou 9 meses dentro da sua barriga, fazendo tudo junto com você. Isso é provavelmente a maior parte da vida dele. Você não quer que do dia pra noite ele “aprenda” a dormir sozinho no seu cantinho.

2) Criou-se um mito de que é normal os bebês dormirem sozinhos, dormirem direto no berço, dormirem a noite inteira. Sim, sim, alguns bebês dormem sozinhos, dormem a noite inteira se deixarem, mas são poucos e provavelmente não é o caso do seu bebê. Cada bebê é único e tem seu próprio estilo. O “normal” é o seu bebê, que ainda precisa da sua ajuda.

3) Muitos livros tentam te ensinar a ensinar seu bebê a dormir. Você já leu quase todos, e nenhum funcionou, ou não gostou dos métodos que eles usam. A maioria desses “Best Sellers” não foram escritos por brasileiras. Existe uma questão cultural na criação dos filhos. Não adianta saber que “Criança francesa não faz birra” (o que é mentira). Você não nasceu lá, não mora lá, e seu filho não é francês. Para uma mãe holandesa, deixar o filho chorar até dormir pode ser muito natural, enquanto para uma mãe brasileira pode ser dolorido e traumático. Para uma mãe dormir com o filho até os 12 anos pode ser normal e gostoso, enquanto para outros casais pode trazer problemas. Essas coisas devem ser levadas em conta na hora de ler esses livros.

Agora vamos às soluções:

1) Ajuste sua expectativa à realidade

Não é porque o filho da vizinha dorme 12 horas por dia, que o seu também tem que dormir. Ofereça tudo o que ele precisa para uma noite tranquila, e fique contente com apenas “melhorar” o sono dele. Se ele acorda 5 vezes por noite, será um grande avanço se ele acordar apenas 2. Se ele acorda 2, fique contente se conseguir diminuir para uma. Ou fique contente só de conseguir que ele não chore, o choro do bebê é o que mais perturba a mãe. Um dia ele vai dormir a noite toda. Uns mais cedo, outros mais tardes, mas esse dia chegará.

2) Seu filho é normal

Muitas mães só precisam ouvir isso para ficar mais tranquila. A partir do momento que a mãe encara o sono do bebê, os despertares, como sendo normal, ela tem mais habilidade de lidar com isso, ficar mais tranquila, transmitir essa paz para o bebê, e com isso o bebê já começa a dormir melhor.

Se toda hora que seu filho acorda chorando e precisa de você, você acha que tem alguma coisa errada com ele, vai atender ele nervosa, com mal humor, ele provavelmente vai demorar mais para dormir.

3) Leia os Livros não recomendados

Você deve sim ler esses livros, mas com suas próprias críticas. Todos eles falam algumas coisas que são importantes para ajudar o bebê a dormir melhor. Você precisa separar essas dicas. Veja o que cabe e o que não cabe na sua família. Só você conhece seu bebê. Nenhum livro te trará uma fórmula mágica, você deve criar a sua própria fórmula.

E é um pouco disso tudo que você vai ler nos próximos episódios. Você não vai achar aqui “Como fazer seu bebê dormir sozinho”, “Como fazer o bebê dormir a noite inteira”, “Como fazer o bebê dormir sem chorar”. Você vai encontrar aqui algumas dicas para tentar te ajudar a criar seu próprio método.

Está preparada para enfrentar a realidade? Deixe seu comentário.

Recomende SeuPediatra para uma amiga:

Beijos,

Dra. Fernanda Freire

Não perca as novidades!